7 Maneiras Naturais de Aumentar a Libido

Enquanto o ponto de partida para uma libido mais saudável pode começar por abordar os fatores acima, existem remédios eficazes como o tesão de vaca que podem melhorar seu desejo sexual ao longo do tempo.

Alimentos que aumentam naturalmente os níveis de dopamina

Estudos mostram que baixos níveis de dopamina estão ligados à perda da libido.

A dopamina é mais conhecida como o neurotransmissor “prazer” ou “recompensa”, pois é liberada quando sentimos gratificação repentina (como passar uma tarefa em uma longa lista de tarefas ou receber um grande salário).

Agora, a dopamina é extremamente complexa, e seus mecanismos exatos ainda não são totalmente compreendidos pelos cientistas. Mas o que sabemos sobre a dopamina é que ela desempenha um papel pesado na regulação de respostas emocionais positivas que podem aumentar seu desejo de fazer sexo.

Seu corpo sintetiza dopamina a partir do aminoácido L-tirosina, portanto, adicionar alimentos ricos em tirosina (como ovos, spirulina, cacau em pó, bananas, amêndoas e abacate) à sua dieta pode ajudar a aumentar os níveis de dopamina naturalmente.

L-arginina

A arginina pode impulsionar seu desejo sexual, porque se transforma em ácido nítrico no corpo, o que aumenta os níveis de oxigênio no sangue e faz com que os vasos sanguíneos se dilatem. O fluxo de oxigênio pode ajudar a energizá-lo (o que pode aumentar seu desejo por sexo), e o aumento do óxido nítrico também foi associado para melhorar a função erétil.

De fato, um estudo mostrou que homens com disfunção erétil que tomaram 5 gramas de óxido nítrico por dia durante 6 semanas apresentaram melhora significativa da função erétil.

Alimentos ricos em arginina, como frango e espinafre, aumentam os níveis de oxigênio e aumentam seu desejo por sexo.

Felizmente, muitos dos alimentos mais ricos em arginina são recomendados em uma dieta Paleo: peru, frango, espinafre, espirulina, aspargos, acelga e brócolis.

Estudos mostram que a suplementação de arginina mostrou não ter aumento nos níveis de oxigênio no sangue (em indivíduos saudáveis).

Óleos essenciais

Certos óleos essenciais (como açafrão e noz-moscada) podem aumentar o desejo sexual.

Um estudo em ratos machos mostrou que a crocina (um ingrediente ativo do açafrão) aumentava o desejo de fazer sexo. Enquanto isso, a noz-moscada ajudou a aumentar o desempenho de acasalamento de camundongos machos.

Embora não esteja claro qual efeito esses óleos essenciais têm na libido de uma mulher, seus aromas naturalmente calmantes podem ajudar a reduzir os níveis de estresse e promover o desejo de fazer sexo.

Alimentos afrodisíacos

Você provavelmente está começando a ver o padrão aqui: uma libido saudável pode ser alcançada através da sua dieta!

Os alimentos afrodisíacos são alimentos que contêm vitaminas e minerais (como a vitamina C) para ajudar a aumentar o fluxo de oxigênio no sangue para as regiões genitais. O zinco também pode aumentar o desejo sexual porque ajuda a regular e aumentar a produção de testosterona.

Não é apenas um mito: ostras cruas são realmente um afrodisíaco natural.

Outros alimentos que são considerados afrodisíacos naturais são ostras, abacaxi, frutas vermelhas, rúcula, chocolate amargo, figos e melancia.

No entanto, todos os alimentos integrais e não processados ​​fornecerão naturalmente vitaminas e minerais essenciais para uma libido saudável. Então, quando você olha dessa maneira, qualquer alimento encontrado na natureza pode oferecer ao seu corpo os nutrientes que você precisa para promover uma libido saudável.

Treinamento de força

Como mencionado acima, exercícios de maior intensidade (como o treinamento de força) podem ajudar a aumentar a libido, melhorando a produção de testosterona.

Pesquisas sugerem que sessões consistentes de treinamento de força têm o maior impacto nos níveis de testosterona. No entanto, a produção de testosterona pode melhorar após apenas uma sessão de treinamento de força.

Enquanto o treinamento de força pode aumentar a libido em um nível fisiológico, também é uma maneira eficaz de perder peso e reduzir a gordura corporal, o que pode ajudar a melhorar sua confiança geral – dentro e fora do quarto.

Panax Ginseng

O Panax ginseng tem sido usado como estimulante da libido na Medicina Tradicional Chinesa há milhares de anos – o que é creditado à sua capacidade de aumentar a produção de óxido nítrico. De fato, muitos atletas usam o ginseng para ajudar a melhorar a resistência atlética e o foco, o que também pode ser um benefício para a saúde entre os lençóis.

Outras ervas (como a raiz de maca, gingko biloba e damiana) são tradicionalmente usadas para melhorar a função da libido. Mas muito pouca pesquisa científica foi feita para provar sua eficácia.

Meditação e Yoga

Inale a calma. Expire o stress!

Quando praticada por apenas 20 minutos por dia, a ioga e a meditação podem melhorar a função do sistema nervoso e reduzir os níveis de cortisol no sangue.

Um estudo registrou mulheres que estavam sob estresse emocional e praticavam yoga – por 90 minutos duas vezes por semana durante 3 meses. Eles relataram uma redução de 50% na depressão e uma redução de 30% na ansiedade.

Algumas poses de ioga incluídas no Kama Sutra (como pose de águia) são ditas para ajudar a aumentar a libido.

Como você pode ver, aumentar sua libido pode ser tão simples quanto fazer pequenas mudanças na dieta em seu estilo de vida. Mas como um baixo desejo sexual geralmente tem um componente emocional subjacente, é importante considerar os fatores psicológicos que podem estar impedindo que você desfrute do sexo ao máximo.

Veja Também Esses Outros Alimentos Que Aumenta a Libido.